quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

AS CONQUISTAS DO MUNICÍPIO DE ARACOIABA/CEARÁ EM 2009


  • Prefeitura Municipal realiza o Plano Plurianual - PPA 2010-2013 com as participação da população aracoiabense.
  • Ministro da Previdência Social, José Pimentel visita o Município de Aracoiaba no dia 21 de dezembro e assina na presença da Prefeita Municipal, Dra. Marilene Campêlo, a ordem de serviço para a construção da Agência do INSS de Aracoiaba.
  • Dístritos de Ideal e Jaguarão recebem as equipes do Projeto Ação na Comunidade.
  • De 09 a 16 de agosto a Prefeitura Municipal realiza a 22ª SEMAR - Semana do Município de Aracoiaba - 119 anos.
  • 12 de outubro Prefeitura Municipal de Aracoiaba comemora o Dia das Crianças com festas repletas de diversão.
  • Durante os dias 3, 4 e 5 de junho Aracoiaba sedia evento em comemoração aos 10 anos da Rede CVT.
  •  No dia 04 de novembro - Aracoiaba inaugura o Instituto Próprio de Previdência do Município.
  • No  mesmo mês do dia 27 é lançado o Programa Compra Direta - desenvolve a produção rural do município -  e lança Feira da Agricultura Familiar através da Secretária do Trabalho, Desenvolvimento Social, Cultura e Esporte (STDSCE).
  • Festival da Juventude de Aracoiaba - Arapark com Reginaldo Rossi, Gaudênio Santiago e o Grupo Frenesi.
  • Grupo de idosos de Aracoiaba visita a Praia do Pecém.
  • III Conferência Municipal dos Direitos da Crianças e do Adolescente que aconteceu no dia 18 de junho e teve como Tema: "Construindo as Diretrizes para a política e o Plano Decenal".
  • V Conferência Municipal da Assistência Social, que aconteceu no dia 20 de agosto e teve como tema: "Participação e Controle Social no SUAS".
  • II Conferência Municipal da Cultura, que aconteceu no dia 28 de outubro com o tema: "Cultura, Diversidade, Cidadania  e Desenvolvimento".
  • Ação Corredor Digital de Aracoiaba tem seu lançamento com a presença do Secretário de Ciência, tecnologia e Educação Superior do Estado do Ceará.
  • IX Marafolia
  • Dia Internacional da Mulher.
  • Festa Junina do PETI.
  • São João dos Idosos.
  • Festival Junino do Município em parceria com Escola Almir Pinto.
  • I Grande Encontro Sócio-Cultural do Projovem.
  • O Esporte de Aracoiaba realiza diversas ações em prol da juventude desportista de Aracoiaba.
  • O Município adere aos Programas Brasil Alfabetizado e Prefeito Amigo da Criança.
  • Com investimento em formação - PROINFANTIL, PROIDEA e GESTAR II - a Secretaria de Educação de Aracoiaba dá uma verdadeira lição de melhoria na qualidade de ensino.
  • Inaugura a sala de reabilitação do Distrito de Ideal.
  • Inaugura o Posto de Saúde de Passagem Funda, que breve receberá uma equipe de PSF atendendo de segunda a sexta.
  • No dia 14 de outubro foi lançado o Projeto Venci o Tempo Vencerei a Dengue.
  • Implantada a nova equipe de saúde da família de Bulandeira.
  • Foram entregues os kits de Fardamentos das agentes comunitárias de saúde.
  • Posse dos novos Conselheiros de Saúde.
  • Núcleo de Apoio à Saúde da Família -NASF - expande sua área de atuação para Ideal e Vazantes.
  • Saúde de Aracoiaba ganha novos equipamentos para ampliação de serviços.
  • Lançamento da Revista Aracoiaba em dezembro de 2009.
QUER CONFERIR MAIS? ACESSE: www.aracoiaba.ce.gov.br
FONTE: REVISTA ARACOIABA, PREFEITURA MUNICIPAL, ANO I EDIÇÃO I DEZEMBRO. 2009.

POSTADO POR ARTUR RICARDO - ESTUDANTE DE ESPECIALIZAÇÃO EM HISTÓRIA DO BRASIL, INTA.


BATURITÉ TAMBÉM FOI PALCO DA CONFEDERAÇÃO DO EQUADOR EM 1824.



Confederação do Equador foi um movimento revolucionário, de caráter emancipacionista (ouautonomista) e republicano ocorrido em 1824 no Nordeste do Brasil. Representou a principal reação contra a tendência absolutista e a política centralizadora do governo de D. Pedro I (1822-1831), esboçadas na Carta Outorgada de 1824, a primeira Constituição do país.
dissolução da Assembléia de 1823 e a outorga da Constituição de 1824 geraram de imediato uma violenta reação na província de Pernambuco.
As Câmaras Municipais de Olinda e de Recife já haviam negado aprovação àqueles atos do imperador alegando que assim agiam movidas pela (...) "desconfiança não pequena em que se acham todos os habitantes desta província (...), receando (...) o restabelecimento do antigo e sempre detestável despotismo, a que estão dispostos a resistir corajosamente".
Este descontentamento também já atingia outras províncias no Norte e no Nordeste do Brasil. Nelas, avolumavam-se os comentários de que o Rio de Janeiro havia se transformado numa "nova Lisboa" dominada por portugueses que oprimiam e prejudicavam os brasileiros. Na província de Pernambuco - em Recife, especialmente - a crença generalizada de que os portugueses exploravam os "patriotas pernambucanos" teria sido um dos motivos que deflagrara a Revolução Pernambucana de 1817.

Igreja onde foi colocado todo o armamento da guerra "Confederação do Equador".
EM BATURITÉ NO CEARÁ

Igreja Matriz de Baturité é um templo católico no estilo bizantino gótico com predominação no barroco construída no século XVIII situada no município de Baturité, estado do Ceará.
Antes da fundação da cidade, os índios Jenipapos e Canindés, os primeiros habitantes da Região, já cristianizados, adoravam uma pequena imagem de Nossa Senhora da Assunção. A denominação de Nossa Senhora da Palma (Padroeira do Município), foi criada em 08 de maiode 1758, mas, só foi instalada en 19 de Junho de 1762, sendo o seu primeiro Vigário Patrício Joaquim.
A construção da Matriz foi iniciada às custas dos cofres públicos sob a direção de Francisco Xavier de Medeiros, o mestre que também edificou a Matriz de Canindé. Construída no século XVIII, possui arte bizantina com predominação do barroco sendo a única paróquia no Brasil a apresentar estas características.
igreja dispõe de duas naves, sete altares, três sinos e um grande relógio público. Comporta até 3 mil pessoas. No seu interior há ilustrações de cenas bíblicas em pintura a óleo, em estilo clássico, executadas por artístas da região: Raimundo Siebra e Pe. Luis Bezerra.
Em 1824, durante a Confederação do Equador, a igreja foi transformada em depósito de pólvorae depois de armamentos e munição.
Hoje a igreja encontra-se bastante modificada na sua parte interior, pois as sucessivas reformas não obedeceram aos planos originais.

Bibliografia


PESQUISA REALIZADA POR ARTUR RICARDO - ESTUDANTE DE ESPECIALIZAÇÃO EM HISTÓRIA DO BRASIL - INTA - FORTALEZA/CE.







quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

REDENÇÃO: A PRIMEIRA CIDADE DO BRASIL A LIBERTAR OS ESCRAVOS EM 1883.





Redenção é um município brasileiro do estado do Ceará. Localiza-se a uma altitude de 88 metros acima do nível do mar e a 55 kms de distância de Fortaleza.
município recebe esse nome por ter sido a primeira cidade brasileira a libertar todos os seus escravos.
Sua população estimada em 2004 era de 26 140 habitantes.

Etimologia

O nome Redenção vem do fato de que esta vila(antiga vila do Acarape - Acarás em Tupi = lugar de peixes) foi o primeiro município do Brasil a libertar os escravos.

História

A região dos sopés do Maciço de Baturité e ao redor das margens do Rio Acarape/Rio Pacoti eram habitada por diversas etnias como os PotyguaraJenipapoKanyndé, Choró e Quesito, recebeu apartir do século XVII diversas expedições militares e religiosas. Com a implementação da pecuária no Ceará no século XVII, nas terras de Redenção também foram benficiadas com a agricultura da cana-de-açucar. A partir do séuclo XIX, engenhosde Redenção teve como mão de obra escravos africanos, desta forma senzalas epelourinhos vinheram a fazer parte do modelo urbano.
O povoado que deu origem a vila foi uma distrito policial criando em 1842 e depois desmembrado de Baturité em 1868 com o nome de "Acarape". No ano de 1871 foi criada a Câmara Municipal da cidade.[5]
Em 1882 é criada a "Sociedade Redentora Acarapense". Em 1 de janeiro de 1883, chegavam à então Vila Acarape, abolicionistas como Liberato BarrosoAntônio Tibúrcio,Justiniano de SerpaJosé do Patrocínio e João Cordeiro, com a finalidade de assistirem a alforria de 116 escravos do lugarejo. A partir daquele ato, em frente à igreja matriz local, não haveria mais escravos ali, ganhando a vila o nome de Redenção, pioneira em libertar seus escravos no País.
Em reconhecimento ao fato de ter sido a primeira cidade do Brasil a abolir a escravidão, Redenção será sede da Universidade Federal de Integração Luso-Afrobrasileira a partir de 2010.

Política

A administração municipal localiza-se na sede: Redenção.

Subdivisão

O município tem 4 distritos: Redenção(sede), Antônio Diogo, Guassi e São Geraldo.

Geografia

Clima

Tropical quente semi-árido com pluviometria média de 1.097 mm com chuvas concentradas de janeiro à abril.




Hidrografia e recursos hídricos

As principais fontes de água são: Rio Acarape/Rio Pacoti e outros riachos, Açude Acarape do Meio,Adutora do Acarape e outras 3 adutoras e 52 poços.

Relevo e solos

Maciços residuais e depressõe sertanejas. As principais elevações são:

Vegetação

Caatinga arbustiva densa, floresta subcaducifólia tropical, floresta úmida semi-perenofólia, floresta úmida semi-caducifólia, floresta caducifólia e Mata Ciliar.


Econômia

O município tem a base de sua economia no mercado e plantio de bananas, principalmente nas serras que o rodeiam, já que faz parte doMaciço de Baturité: bem como a plantação da cana-de-açucar, milho e feijão. Pecuária: bovino, suíno e avícola. Indústrias: 21. Em suas terras foram registradas ocorrências de Calcário (calcita), Vermiculita e Talco.

Turismo

O turismo é também uma fonte de rendad devido aos diversos pontos turísticos, dentre eles:

Cultura

Os principais eventos são:
  • Festa da Padreoria: Nossa Senhora da Conceição(dezembro),
  • Festa de São Sebastião (janeiro),
  • Festa de São José (19/março),
  • Festa de Santa Rita (setembro),
  • Missa de São Gerardo, na Capela do Acarape do Meio(terçeiro sábado de outubro),
  • Fest Rock no distrito de Antonio Diogo(dezembro),
  • Dia do Município (28/dezembro),
  • Campeonato Esportivo do Maciço de Baturité.
Outras atividades culturais de Redenção são organizadas pelo Grupo Folclórico 25 de Março e a Banda de Música Dr. José Alberto Mendonça de Sousa.


Notas e Referências

  1. ↑ 1,0 1,1 Divisão Territorial do BrasilDivisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2.  Estimativas da população para 1º de julho de 2009 (PDF). Estimativas de População. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (14 de agosto de 2009). Página visitada em 16 de agosto de 2009.
  3.  Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do BrasilAtlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  4. ↑ 4,0 4,1 Produto Interno Bruto dos Municípios 2002-2005. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (19 de dezembro de 2007). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. ↑ 5,0 5,1 5,2 http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/dtbs/ceara/redencao.pdf
  6.  Sebok. Lou, Atlases published in the Netherlands in the rare atlas collection. Compiled and edited by Lou Seboek. National Map Collection (Canada), Ottawa. 1974
  7.  Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - FUNCEME.
  8.  Instituto nacional de Pesquisa espacial - INPE.






FONTE DE PESQUISA http://pt.wikipedia.org/wiki/Redenção_(Ceará) DE ARTUR RICARDO (Historiador e Estudante de Especialização em História do Brasil - INTA/Fortaleza-CE.



  

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

ARACOIABA NOS SEUS PRIMÔRDIOS



No ano de 1655 os Jesuítas viviam para a região do Maciço de Baturité, num local chamado “Comum”, (hoje Olho D’água dos Padres Jesuítas). Em 1762, os jesuítas convidaram o Ouvidor Geral da Província do Ceará, para subir a Serra de Baturité, local de difícil acesso, que o Ouvidor teve de ir montado num burro, meio de transporte adequado e existente na região naquela época. Os objetivos de tão árdua caminhada era motivar sua Exa. A se interessar pela “Missão” e assim a transformar em “ Freguesia ” pois essa progressão era caminho para posteriormente se tornar “ Vila ”, com as decorrentes vantagens que vinham. A visita foi feita tendo como conclusão do senhor Ouvidor a topografia impossibilitava a região para edificação de uma cidade, porém quem descesse das quebradas das serras os “ jenipapos ” para se unirem com os “Canidé”, os “ Chorós ” e os “ Quesitos ” e assim encontrassem uma planície que o Ouvidor apreciou lá no alto da serra, onde a paisagem era alterada apenas pelos relevos da “ Pedra Aguda ”, acidentes geográficos situados na Região, hoje, Aracoiaba. Tais índios eram de origem “Tupi Guarani”, conhecidos por sua cultura um pouco mais evoluída, devido suas localizações próximas ao litoral cearense. Os Jenipapos, dois anos depois desceram o rio Aracoiaba, que era navegável por ele se concretizavam transações comerciais, que iam até o Choró e Ideal. Para que tivessem melhor acesso a capital cearense, daí o Senhor Marcelino, carroceiro, transportador na época construiu sua barraca as Margens do Rio Aracoiaba. Este caminho tornou-se importante de homens e animais. Daí as famosas frases “ Vamos nos encontrar lá no seu CANOA ”, “ Lá no CANOA ” posteriormente caracterizava a região como local chamado “ CANOA ”. Mais tarde ganharia o nome de ARACOIABA ( ARACOY-ABA ), que era Tupi Guarani que dizem Lugar, Cantos e Pássaros. O Governador de Nossa Senhora da Assunção o cavalheiro Professor na Ordem de Cristo, Capitão Mor da Capitania do Ceará Grande, Sr. Capitão Domingos Simões Jordão, quem despachando petição do também Capitão Pedro da Rocha Maciel, concedeu-lhe “ Três ” Léguas de Terras continuas principiando e conferindo tudo na forma da petição do suplicante, para ele e seus herdeiros, ascendentes e descendentes com todas as suas águas, campos, matos, testados e logradouros que nela houverem. Era a Célebre “ SESMARIA ” de Pedro da Rocha Maciel, que ficava “em riacho que nasce na serra de Baturité e deságua no rio Choró, conhecido pelo nome de Aracoiaba. Daqui se vê que o Município de Aracoiaba nunca pertenceu a Baturité, pois praticamente foi criado 37 anos antes daquele e vivia independente. Graças a luta democrática e ilustres representantes de Aracoiaba, que 41 anos depois de se tornar Município que aconteceu a emancipação política no dia 16 de agosto.

FONTE: ARQUIVOS DE DR. SALOMÃO E DO CENTENÁRIO.
FOTO: ACERVO DO MUSEU DE ARACOIABA/CE.

PESQUISA REALIZADA EM DEZEMBRO DE 2009 POR ARTUR RICARDO (ESTUDANTE DE ESPECIALIZAÇÃO EM HISTÓRIA DO BRASIL)

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

AVISO URGENTE DE DEUS.




Nasce uma criança com as mãos coladas com mensagem “Jesus está voltando





O fato ocorreu no Hospital Municipal São Francisco Xavier (HMSFX), em Itaguaí, Rio de Janeiro. Nasceu uma criança com as mãos coladas, como se estivesse orando, os médicos perceberam que as mãos da criança estavam grudadas só através da pele, não comprometia veia alguma, e então disseram para os pais que iriam dar uma anestesia para poder operar a criança.
A operação foi muito fácil porque realmente as mãos estavam coladas apenas por uma pele, quando abriram a mão daquela criança estava escrita uma mensagem que dizia:


"JESUS ESTÁ VOLTANDO"


Os médicos começaram a chorar e todos que estavam no hospital se comoveram foi um choro coletivo.
O bairro de Itaguaí está num movimento só. As pessoas que estavam afastadas da igreja estão voltando e muitas aceitando Jesus Cristo como único Salvador.


Algumas horas depois a criança faleceu!!!


Ana Maria Fonseca, Diretora do Hospital HMSFX, descartou qualquer registro de nascimento de criança com anomalia congênita nos últimos meses, mas funcionários e pessoas que trabalham no próprio hospital confirmaram o episódio, pessoas afirmaram que a diretora do hospital HMSFX foi instruída a negar o fato para não causar um choque publicitário e para evitar que a notícia tomasse grandes proporções, mas não foi suficiente para conter o boato que se espalhou em Itaguaí e ganhou proporções internacionais.


JESUS ESTÁ VOLTANDO...  (Atenção: a foto acima é ilustrativa!) Reportagem datada de Domingo 07 de outubro de 2007. Do blog de Bruno M. Fernandes (http://embaixadacristo.blogspot.com/2007/10/nasce-uma-criana-com-as-mos-coladas-com.html


quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

CONHECENDO A PEDRA AGUDA EM ARACOIABA/CEARÁ







“Monólito Terciário Legendário lá no sertão” (Do Hino do Município): elevação íngreme, em pleno sertão aracoiabense, ocupando, aproximadamente, 12 km de circunferência e 320 metros de altitude (segundo alpinistas que subiram e mediram no dia 17 de maio de 2008 – cf.: http://www.youtube.com/watch?v=w0sX_Xhiie8 ), tem sua forma bastante semelhante ao Pão se Açúcar, do Rio de Janeiro. Devido ao brilho refletido pela composição rochosa, que lhe deu origem, e pelos ecos que ressoam de suas concavidades e de seus largos flancos e também por se constituir uma imensa e altaneira montanha de pedra, torna-se, por esta razão, uma verdadeira “Concha Acústica” da natureza, em meio à amplidão da planície, que se estende a seu redor. Daí por que lhe é a legendária fama de um palácio de ouro Encantado, de onde advêm fabulosos contos (...).
Segundo Dr. Salomão Alves de Moura Brasil (In memoriam), a gigantesca perda servia muitas vezes de orientação para viandantes e navegantes em alto mar - “Como atalaia, é referência ao viandante, ao navegante, na imensidão” (Do Hino do Município).
Muitos sonharam e tentaram escalar aquela pedra “encantada e misteriosa”, localizada na propriedade do Sr. César Guedes Alcoforado (In memoriam). Hoje, pertence a sua filha, Sra. Margarida Maria Pessoa Guedes, esposa do Sr. Luís Osmando Oliveira Guedes.
Em 1958, durante a calamitosa e trágica seca que assolou os sertões cearenses (FUNCEME), surgiram as chamadas “Frentes de Emergência”, cujo objetivo era a construção de açudes e estradas. E a mão-de-obra especializada denominava-se de “cassacos” (homens que trabalhavam nessas construções). Segundos relatos dos mais experientes que que dois cassados, aventureiros, o Sr. Francisco Rodrigues de Araújo, conhecido por Chico Rodrigues e o Sr. Valdir Lino, escalaram a famosa pedra, quebrando o tabu existente, relacionado à exploração da mesma. Um deles deixou, como bandeira demarcatória, um saco de farinha de trigo.
Em 2001, o Sr. Raimundo Antônio da Silva, um ex-cassaco, hoje reside em São Paulo, afirmou na época que, umas vinte pessoas (cassacos) conseguiram escalar até a metade da pedra.
Em outro depoimento dado a escritora Ana Nascimento, a Sra. Maria Garcia, soube que seu esposo, o Sr. Francisco Roque, o Putico, como era chamado, em 1981, também quebrou o velho tabu, realizando o sonho de escalar o majestoso monólito, desvendando, assim, os mistérios que resistiram ao tempo. Conforme o relato do Sr. Putico, como nos informou sua esposa, deduzimos que ele foi mais longe, pois afirmou ter encontrado solo, vegetação  e parte semelhante a um salão, realidade, aliás, condizente com a lenda, onde certamente, aconteciam festas do reino.
Ao descer da pedra, sua esposa soube que, segundo a mesma lenda. “ser humano nenhum” conseguiria sobreviver, após a escalada do monólito.
Coincidência ou não, o Sr. Francisco veio a falecer um ano depois.
Infelizmente, esses relatos não foram comprovados de fato, por não existirem documentos comprobatórios; a única prova foi o saco deixado em forma de bandeira, para afirmar a veracidade do fato heróico.
Em novembro de 1985, o jovem cinegrafista Giovani Lima Verde Oliveira formou uma equipe composta por Carlinhos Lima verde (seu irmão), Francisco Lusmar Paz, Alex Rabelo Lima Verde, Saulo Rabelo Lima Verde, Robertinho Silvestre e Noelier Soares Figueiredo. Essa turma conseguiu escalar dois terços da cobiçada pedra, sendo impedida a continuação da escalada, devido ao tempo que estava a escurecer. Os mesmo foram obrigados a permanecer toda a noite na pedra, sendo que, de madrugada, veio uma forte chuva, realidade que impediu o restante da escalada do monólito.
Também fizeram parte dessa equipe (permanecendo na casa de Dona Margarida), os operadores de rádio: Luís Filho e Luís César. Os patrocinadores da referida equipe foram o Sr. João, que ofereceu o jeep e rádios amadores, com o apoio do casal Luís Osmando e Margarida Guedes. Há documentos comprobatório dessa aventura, através de fotografias e fitas de vídeo (acervo do Giovani Lima Verde).
Durante esses dois últimos anos (2008/2009) a gigantesca pedra tem recebido vários alpinistas de diversos lugares do Brasil, com intuito de escalar e deslumbrar sua magnífica beleza. Agora sua escala não é um sonho é uma realidade.
Pedra Aguda, a pedra dos sonhos, a pedra das lendas, a pedra das aventuras, a nossa pedra aracoiabense!


(Texto da Escritora Ana Maria do Nascimento e adaptação do Historiador Artur Ricardo – Aracoiaba/CE - 17.12.2009 às 22H:15min.)




HISTÓRIA DE PACOTI - CEARÁ

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...